08 julho 2008

Rumo à calça jeans número 40, lá vou eu!!!!

Dia desses ouvi o seguinte comentário logo nos primeiros minutos do expediente: " Nossa, você está cada dia mais gorda, héin!" Comentário infeliz que veio de uma pessoa amiga, mas que não teve muito tato na observação.
Não fosse o meu humor estar elevado e a minha auto-estima mais ainda, eu talvez tivesse dado uma daquelas respostas bem grosseiras.
Até retruquei, não por ter me feito mal, mas por pensar que se fosse em outros tempos eu teria ficado grilada, arrasada mesmo e teria de novo pensado numa dessas dietas mirabolantes pra mudar a situação. Isso é realmente perigoso pra gente insegura, um desastre iminente.
É fato para mim que não estou no meu peso ideal. Notei isso há alguns meses quando minhas calças pararam de fechar e eu tive que calçar a cara pra comprar de novo uma calça número 44 (Coisa que odeio mais que tudo, porque são as primeiras que acabam!). Nossa, quantas vezes usei essa palavra?
Mas também é um fato ainda mais relevante que essa não tem sido uma preocupação tão presente na minha vida. Tá, eu preferia vestir calça 40, mas tem tanta coisa me fazendo feliz agora que não vou permitir que uma única coisinha me tire do eixo.
Já fui de tudo que é jeito! E nenhum momento foi tão bom quanto o de agora. Deve ser a proximidade dos trinta. Depois de tanto mau pedaço, descobri que não faz tanta diferença o formato do corpo, mas o uso que eu faço dele. E eu já aprendi a usar direitinho! Aliás, em tempos de magrelice total, ele não me dava tanta satisfação como agora. Uhuuuu!! KKKK!
Vejo tanta menina se matando pra emagrecer, mulheres inteligentes que só sabem falar de calorias, dietas e exercícios. Pobrezinhas! Ainda não descobriram como usar o próprio corpo. Na verdade, devem até vê-lo como inimigo, cada vez que o ponteiro da balança sobe um grama que seja.
Cansei! Melhor mesmo é comer direito, exercitar-se regularmente e ter uma vida saudável. Coisa que, aliás, eu vou fazer a partir de segunda-feira. Ando querendo sentir o que é vestir 40 de novo. Mas sem neura! Só pra mim mesma e não porque tem outra pessoa achando que estou gordinha.
Aliás, a única pessoa que precisa se preocupar com isso adora toda a camada adiposa do meu corpo! KKKK.

3 comentários:

Brunno Ribeiro disse...

Isso mesmo, como sempre você escreve muito bem em...
Daqui uns dias estará no New York Times...hahahaha

Bjs e boa sorte !!

Michele disse...

Isso mesmo Jane chega de neura!!!
Tem tanta coisa boa na vida pra fazer, então pra que ficar perdendo tempo com coisas que realmente não vai nos levar a nada!!!
Bjuhsss minha querida!!!
Boa sorte!!!

Anônimo disse...

Mulher tem que ter onde pegar!!!