27 junho 2008

Modelo de carta da mulher moderna ao homem da sua vida (que ainda não chegou)

Querido amor da minha vida,

venho por meio desta postagem dizer-lhe algumas verdades, que já andam entaladas no meu gogó desde que meus hormônios começaram a me tirar o sono, o que quer dizer que estou para lhe escrever isso há uns bons 15 anos. Também pretendo deixá-lo a par de algumas exigências que eu acumulei ao longo da minha vida inteira esperando por você.
Não sei por onde diabos você anda, mas devo avisá-lo de que não resta muito tempo para nós, uma vez que eu já estou perto de me tornar uma balzaquiana.
O problema não é a idade não. Eu até esperaria mais por você, se não fosse o meu relógio biológico me avisando o tempo todo que está ficando tarde para eu realizar meu sonho de menina, que é ter um bebê. E, embora o meu amor por você seja imenso, não poderei esperar por muito tempo mais.
Seria de bom tom que você ao menos me desse um sinal de que existe em algum lugar, assim eu não passaria noites inteiras com um copo na mão pensando num bom pai para o que será a continuação dos meus genes. Afinal, já que não vai ser você, o amor da minha, tenho que escolher com cuidado para não me arrepender depois.
´Também peço que me mande uma foto sua ou qualquer descrição que seja, para que eu não mais te confunda com qualquer um. Afinal, você não é um qualquer. Você é o homem da minha vida. Não pode ser confundido com qualquer ninguém que passar por mim e me chamar a atenção.
Para ser bem sincera, ando preocupada com esse nosso relacionamento à distância. Sem contato, sem sexo, sem palavras bonitas. Desde sempre, acreditei que tudo isso só seria bom com você, mas, você sabe, as coisas se modernizam e os tempos são outros, né? E nem adianta reclamar porque você também se modernizou e não vai mais chegar num cavalo branco. Aliás, esse é um detalhe pequeno, mas muito importante. Eu preferia o tal cavalo branco, mas se você for chegar em algum meio de transporte, será que pode ser num modelo bonitinho? Nem precisa ser um do ano não, mas pelo amor de Deus, não se atreva a chegar numa furreca, dessas que fazem muito barulho e chamam a atenção de todos. Se for assim, melhor chegar a pé mesmo. Eu nem me importo muito, desde que você chegue.
Outra coisa: chegue bem quieto, de preferência passe despercebido, porque sou meio ciumenta e não vou gostar se alguma das mulheres que me rodeiam te vir primeiro. Sabe como é, você é tão perfeito nos meus sonhos e nesse mundo globalizado, com tanta mulher esperando, podem te confundir com outro e isso vai nos atrasar ainda mais.
Em relação à data de sua chegada, como eu já disse espero que não se demore muito mais. Mas será que tem um jeitinho de me avisar com uns dias de antecedência? É que eu sempre cuidei de mim, mas se você chegar em cima da hora e me encontrar de cabelo em pé, sem depilar, com as unhas horrorosas, talvez você desista de ser o homem da minha vida. Não que eu seja feia, mas um trato não faz mal a ninguém e eu quero que você me veja bem bonita e arrumada.
Não demore mais, meu Amor! Chegue logo, porque meu coração, pobrezinho, anda a reclamar sua ausência. Porque você não pegou carona com outros que vinham na mesma direção? Já estaríamos juntos e felizes a essa altura e eu nem precisaria te enviar a minha lista de exigências. Talvez, Amor, eu nem tivesse acumulado tantas exigências se já tivesse te encontrado ou te reconhecido em alguém.
Daquela que te espera há anos.

Um comentário:

Thaisa disse...

Huahuahuha tudo de bom!!!
Arrasaaaaaa..