23 setembro 2008

Devaneios de um pequeno atraso!!!

Ai meu Deus! Terceiro dia de atraso. Será? Não. Não é possível! Mas é possível, sou saudável e, como toda mulher sexualmente ativa, eu corro o risco de engravidar. Mas não. Isso não me aconteceria agora, não agora. Não posso ter um filho agora!
Se bem que nunca atrasou. Mas tenho andado meio estressada, pode ser isso. Hum, mas minha vida já esteve mais corrida e não aconteceu nada.
Não. Bobagem minha. Tomo o anticoncepcional direitinho. E é 97% seguro, já li e reli aquela bula umas cem vez vezes. É. Não é possível. Mas e se eu dei o azar de estar nos 3% de mulheres que engravidam tomando pílula? Ai meu Deus! O que vou fazer?
Um bebê era tudo que eu queria, mas assim? Não. Eu devo estar enganada, é só neura minha. Já até estou sentindo os sintomas do ciclo. Ai que cabeça essa a minha.
É. Mas nunca atrasou. Como vou fazer? Como vou contar pra ele? E meus pais vão me encher o saco. Que droga! Nunca mais vou transar na vida!
O que eu vou fazer com um bebê agora? Eu nem aprendi a cuidar de mim. Ai, ai, ai...
Ainda não me estabeleci na carreira que escolhi. Vai atrasar tudo, vou ter que ficar mais quieta. E minhas baladas? Vou ter largar o cigarro, a cerveja e tudo que eu tanto gosto. Não vou mais poder me divertir nas noitadas com roupas de arrasar quarteirão. Ai meu Deus, minhas roupas não vão mais me servir! As estrias, como vou poder evitar as estrias? Vou ficar feia e gorda. Depois de todo aquele sacrifício pra emagrecer, agora vou engordar tudo de novo. Ô Atraso de vida!
Meu Deus, se não estiver grávida prometo o que o Senhor quiser. Faço até abstinência sexual, se for o caso. Minha vida vai ser muito difícil se confirmar essa suspeita.
Talvez eu esteja mesmo enganada. Sempre tomei cuidado, em alguns momentos até obsessivamente. Não mereço esse castigo!
Não que uma criança seja um castigo. Adoro crianças, sempre quis ter um bebê. São tão lindos e trazem tanta alegria, apesar do trabalho que dão. Até que um filho me faria bem. Um rostinho olhando pra mim com o maior amor do mundo. Um filho do meu amor! Alguém que será a prova viva de que eu vivi um amor de verdade. Uma menina pra encher de babados. Meus pais até que iam gostar de ter mais um netinho e depois que passasse o susto inicial iam se apaixonar pelo meu filho ou filha.
É. Acho que não é tão ruim assim... Mariana. Eu gosto desse nome. Vou chamar de Mariana, se for menina. Se for menino, ainda tenho tempo de escolher.
Que legal! Eu estou grávida! Vou ser mãe! Pelas minhas contas deve nascer em Fevereiro. Ai meu Deus! Como vai ser o Carnaval? E eu que economizei pra ir pra Salvador neste ano! Ah, tudo bem! Vou ser mãe e isso é muito bom. Vou passar o verão barriguda! Tenho que ir na costureira amanhã mesmo pra encomendar umas batas bem bonitas. Quero ficar linda... Posso chamar o João e a Renata pra serem os padrinhos. Sempre foram meus melhores amigos e são as pessoas ideais.
Hum... ! Eu conheço essa dorzinha no abdome! Será?
Aaahhhh!!
Não foi dessa vez!
Que pena!
Eu queria tanto ter um filho agora...

2 comentários:

Môle disse...

essa é vc...muito inteligente, escreve bem , argumenta bem e o melhor de tudo...minha rimãnzona...kkkk
te amo!

Bruno Block (Tabaquinhopt) disse...

Que isso!!! Seu lugar é escrevendo pra uma resvista ou jornal!!! Que tal a Revista Paui??? Muito bom!!!

Beijos!!!